You are currently browsing the monthly archive for Julho 2010.

Museu Arte Nova (Aveiro)

É na cidade de Aveiro e seu distrito que se encontra o núcleo mais interessante de exemplares Arte Nova em Portugal.

Este facto deve-se, em parte, a Francisco Silva Rocha, arquitecto aveirense, que projectou um importante conjunto de edifícios nas duas primeiras décadas do século XX. Nas fachadas que desenhou encontram-se com frequência painéis de azulejos, num equilibrado diálogo com os vãos e os outros elementos parietais, predominando as grades de ferro forjado e os elementos florais lavrados na pedra.

Outros nomes ficaram ligados à forte presença da Arte Nova no distrito de Aveiro, como é o caso de Ernesto Korrodi (que, aliás, colaborou com Silva Rocha) e de Jaime Inácio dos Santos.

Mais do que todo o serpenteado e o curvilíneo que é a matriz da Arte Nova, expressa nos elementos formais dessa arquitectura e que lhe conferem dinamismo e riqueza (o lavrar da pedra e o trabalhar da serralharia artística), é no azulejo que reside a grande expressividade da região de Aveiro.

Licínio Pinto, Francisco Pereira, bem como José de Pinho da Fábrica da Fonte Nova, foram conceituados pintores de azulejo, contribuindo para a decoração dos edifícios com os seus inúmeros painéis, frisos e remates.

Informações em: Museu Arte Nova

Anúncios